arte - conexões híbridas

https://conexoeshibridas.wordpress.com/

inscrições para a seleção de Contos Infantis SESC

Até 10 de junho estão abertas as inscrições para a seleção de Contos Infantis inéditos para serem publicados na Coletânea Sesc Paraná. O tema desta edição é O Estado do Paraná e Seus Elementos Culturais. Serão selecionados 10 contos e os autores das obras receberão certificado de participação e três exemplares da coletânea. O lançamento será na 36ª Semana Literária Sesc Paraná e Feira do Livro 2017.

Inscrições

As inscrições são gratuitas. Para participar é necessário preencher os formulários disponíveis nos Anexos I, II e III do Edital. O material deve ser postado pelos Correios, por Sedex, com aviso de Recebimento A.R., destinado ao seguinte endereço: Serviço Social do Comércio – Sesc – Unidade Paço da Liberdade, Praça Generoso Marques, 189, Centro – Curitiba/PR, CEP: 80020-230.

Informações

(41) 3234-4200 ou marisamuniz@sescpr.com.br
 http://www.sescpr.com.br/cultura/literatura/selecao-de-contos-infantis/?utm_source=facebook%20&utm_medium=ads&utm_campaign=sesc-contos-infantis-2017&utm_name=&utm_content=link-page-post-16-05

Espaço e tempo

Achei um acervo de textos sobre espaço e tempo no Departamento de Física Geral da USP

Segue link para download de textos:
http://www.fig.if.usp.br/~crochik/pe1/

Grupo de Estudos InterArtes

O Grupo de Estudos InterArtes foi criado em 07 abril de 2014 para estabelecer institucionalmente pesquisas acerca da relação entre a Literatura e as outras Artes, na Faculdade de Comunicação, Artes e Letras (FACALE) da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Ele está ligado ao projeto de pesquisa O diálogo contemporâneo da Literatura com outras mídias, que é desenvolvido junto à Pró-Reitoria de Pesquisa desta Universidade desde 2010 e à disciplina Literatura e outras artes do Programa de Pós-Graduação em Letras (PPG-LETRAS).
O Grupo foi imaginado como forma de diálogo contestador à prática comum às nossas Licenciaturas de adotarem um modelo de ensino das letras pautado pela separação radical das disciplinas, o que, embora tenha trazido reconhecidos benefícios na modernidade, vem sendo entendido como fronteira a ser ultrapassada desde os últimos tempos dela. Ele também pretende cumprir o papel de difundir uma proposta de Literatura Comparada já contemplada tanto nas diretrizes curriculares publicadas pelos órgãos públicos competentes quanto nos documentos de área dos Cursos de Pós-Graduação em Letras.


https://interartesufgd.wordpress.com/

Palavras sem fronteira – tradições orais nos limites do Brasil





Documentário produzido com o apoio do Edital de Apoio à Produção de Documentários Etnográficos sobre o Patrimônio Cultural Imaterial (Etnodoc). Documentário sobre contadores de causos/cuentos que habitam a tríplice fronteira entre o Brasil, o Uruguai e a Argentina. A narrativa audiovisual explora as nuances e a riqueza dessa manifestação expressiva, com um enfoque especial para os seus protagonistas, os contadores, e suas particulares performances. São privilegiados os encontros entre os habitantes da região, muitos deles casais de diferentes nacionalidades, famílias ou grupos de amigos que em “roda de causos” multiculturais revelam, por meio de suas histórias, as riquezas e peculiaridades que caracterizam o viver “na fronteira”. João Emílio, Don Chico, Seu Napoleão, Dona Lira, Nelson e Morocha são alguns dos narradores que conduzem com sensibilidade e bom humor o espectador pelo universo dos causos fronteiriços.

Ficha técnica
Ano: 2009
Direção: Luciana Hartmann
Roteiro: Marcelo Esteves
Produtora: Sonare Audiovisual/ Francieli Rebelatto
Duração: 26 minutos
Apoio: Iphan/CNFCP

Os 100 primeiros anos de fotografia na Europa disponíveis on-line

Com parceiros como Biblioteca Britânica e Museu do Louvre, plataforma da União Europeia acaba de lançar uma seção com 2,2 milhões de fotos

Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/28/Os-100-primeiros-anos-de-fotografia-na-Europa-dispon%C3%ADveis-on-line

© 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.
Com parceiros como Biblioteca Britânica e Museu do Louvre, plataforma da União Europeia acaba de lançar uma seção com 2,2 milhões de fotos

Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/28/Os-100-primeiros-anos-de-fotografia-na-Europa-dispon%C3%ADveis-on-line

© 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.
Plataforma europeana possui fotos


Acesse: http://www.europeana.eu/portal/en/explore/sources.html
Mantida pela União Europeia, a plataforma Europeana é uma biblioteca on-line de arte alimentada por instituições como Berlinische Galerie, Biblioteca Nacional da França, Museu do Louvre e Biblioteca Britânica. Ela é atualizada constantemente e inclui, por exemplo, coleções focadas em arte barroca e iluminista, cartões postais do sudeste europeu e acervos de manuscritos. Em maio de 2017, a plataforma lançou a coleção temática Europeana Photography. Essa coleção reúne imagens e documentos de 50 instituições europeias de 34 países que documentam os primeiros 100 anos da fotografia no continente europeu. Há mais de 2,2 milhões de fotografias, algumas delas de pioneiros, como a britânica Julia Margaret Cameron. A foto abaixo, intitulada “Pomona”, é de 1875. Foto: Julia Margaret Cameron/Europeana

Link para matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/28/Os-100-primeiros-anos-de-fotografia-na-Europa-dispon%C3%ADveis-on-line

© 2017 | Todos os direitos deste material são reservados ao NEXO JORNAL LTDA., conforme a Lei nº 9.610/98. A sua publicação, redistribuição, transmissão e reescrita sem autorização prévia é proibida.

Matéria: https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/28/Os-100-primeiros-anos-de-fotografia-na-Europa-dispon%C3%ADveis-on-line

poesia lusófana - acervo

Carcasse disponibiliza poesias faz triagem, que enfoca predominantemente a produçãde autores lusófonos em domínio público.

http://www.carcasse.com/letras/sobre.php